Páginas

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Operações policiais em Petrolina e Ouricuri resultam na prisão de quatro pessoas



As polícias Civil e Militar deflagraram, na madrugada desta sexta-feira (27), duas operações conjuntas no Sertão de Pernambuco. As ações, que contaram com um efetivo total de 80 policias, aconteceram simultaneamente em Petrolina e Ouricuri. O objetivo era cumprir mandados de busca e apreensão. Além da prisão de quatro pessoas, os policiais apreenderam de dois revólveres, 400g de cocaína e quatro máquinas caça-níqueis.

Em Petrolina, a Operação Fogo, ação coordenada pela delegada Francisca Poliana Nery, identificou sete pessoas responsáveis por disparos de arma de fogo contra a casa de Ronaldo Batista da Silva no bairro Dom Avelar, zona leste da cidade. Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça, os policiais localizaram um revólver calibre 38. A arma, de acordo com as informações da Polícia Civil, pode ter sido usada para realizar os disparos.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o revólver, que estava municiado, estava escondido nas partes íntimas de Ana Paula de Souza Bispo, 27 anos. Ela é companheira do dono da arma, Antônio Aelson Bem Sampaio, 22. A dupla foi autuada em flagrante e encaminhados para Cadeia Pública Feminina de Petrolina e Presídio Doutor Edvaldo Gomes, respectivamente. O revólver apreendido foi encaminhado para a perícia para realização de exames de comparação balística.

Outras quatro pessoas que também efetuaram disparos foram conduzidas para a delegacia, onde prestaram depoimento. Entre os eles estão, Esmeraldo Santos Silva, que já responde por tentativa de homicídio, e Rogério Pereira dos Santos, que também responde por porte ilegal de arma e estelionato.

Em Ouricuri, a polícia deflagou a Operação Janeiro sem Drogas, também nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira. De acordo com o delegado Daniel Moreira de Souza, há quatro meses a polícia monitorava uma quadrilha responsável pelo tráfico de drogas na região de Ouricuri.

Segundo a polícia, os líderes do tráfico eram Francisco Leonardo Lacerda Reis, 31 anos, que também comandava a máfia dos caça-níquéis, e Maria Cleidiane Ramos Lacerda, 29. Com eles, a polícia apreendeu revólver calibre 38, quatro máquinas caça-níqueis, 400g de cocaína, além da quantia de R$ 817 em dinheiro e cheque. A dupla foi autuada por tráfico de drogas e associação para o tráfico e contrabando.

O delegado ainda informou que as investigações continuarão. Francisco Leonardo foi encaminhado a Cadeia Pública de Ouricuri. Já a sua companheira, Maria Cleidiane, foi levada para a Cadeia Pública Feminina de Verdejantes.

Fonte: DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

2 comentários: